domingo, 31 de março de 2013

E por que ele não ri?

Domingo, dia de saida em família.
Vando acorda cedissimo e decidido a sair e curtir o maravilhoso dia de sol nesse nosso Rio de Janeiro lindo.
O problema maior é que o Vando simplesmente esquece que Pedrinho ainda não se acostumou com liberdade, correr na rua, brincar de qualquer jeito, enfim...é muito complicado o Pedro saber se comportar num local aberto, mas num local fechado é super tranquilo ( comparado á outros lugares ). Então ele não sabe como direcionar toda a energia que acumulou durante tanto tempo e acaba ficando muito irritado e ancioso. Calor + solzaço + energia do Pedro acumulada + muito espaço pra correr = visita ao hospital na certa. Então, sábia como sou, é melhor deixar pra outro dia mais fresquinho né!
Quase meio dia, e ainda não haviamos decido pra onde ir...Vando já estava muito P da vida, porque ele só tem o domingo pra "nos" aproveitar, e é justamente por isso que ele fica tão afobado...quer fazer tudo ao mesmo tempo e no fim sempre rola um estresse!
Já me programando pra lidar com 3 estressados, tento conseguir um local decente pra curtir nosso dia, até que meu lindo marido abre um bocão e chama o Pedro pra ir á praia!
Como se fosse alí na esquina...porém a praia mais próxima fica á mais de 30 km de distância, e sem contar que já era quase 1 da tarde.
Na minha cabeça eu estava xingando os piores palavrões possiveis...fiz cara de paisagem, mas já bolando um plano pra acabar com a festa!
Pedro ficou em chamas né...saiu correndo e foi logo pegar a sunga de praia...e eu continuei com a minha cara linda!
Pra minha sorte, o protetor solar havia sumido ( pro Vando, porque estava na minha bolsa ) , e logo que o Pedro se distraiu eu joguei a sementinha... - Pedro, que tal irmos pro shopping?
De cara tomei um não gigante! na segunda tentativa dei uma apelada... - Pedro, vamos pro shopping, tem várias crianças, tem os joguinhos, tem um monte de coisa legal e tem a : ESCADA ROLANTE !
ganhei!...- Vamos mãe!!!!!!
Com um pesar no coração estraguei o dia do Vando e fomos pro shopping...

Muito feliz, tudo lindo, ninguém suado e no calor, limpos e arrumados...
Vamos brincar!
Muita festa, Pedrinho muito feliz,Vando fingindo alegria, eu não precisei usar meu maiô verde e o Artur: o bebê mais sério do mundo!!!!!!!
É impressionate a capacidade que o Artur tem de NÃO SORRIR!
Você pode virar de cabeça pra baixo, cantar de Galinha Pintadinha á Raul Seixas, e nada, ele permanece com a mesma cara de sério!
Só uma coisa que o faz se escancarar: o Pedro jogar todas as coisas pela casa gritando "socoooooorrooo" ou algo do tipo. Ai ele perde a linha e se escancara de tanto rir.
Eu fico um pouco sem graça, principlamente quando as pessoas vem sorrindo e falando tipo demente pra tentar fazê-lo rir, e nada! ele encara e com cereteza deve pensar: como são idiotas!
Eu sou a mais idiota de todas.
Você não tem idéia de como eu falo fino, grosso, embolado, cantarolando...todo tipo de voz eu já sei fazer, só pra tentar fazer esse danadinho tirar uma foto sorrindo ou uma carinha um pouco mais simpática...mas nada!
Ele me ignora totalmente.
Então estava eu lá:
OBS: Leiam isso com a vozinha de retardado falando com criança achando que está no mesmo nível que ela, enquanto a criança está "cagando" pra pessoa, no estilo : nenê tadê voxe,qui toisa lindinha esse bebê, aaa nenê lindo...cuti cuti... enfim!
Cadê o Artur? cadê?
olha a mamãe aqui...olha aqui Arturzinho...olha aqui Artur, olhaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
E ele olhou, asssim:


                                                      
                                                         E assim:


                                                        
Artur super feliz na foto com a família!

Artur super feliz na foto com o Papai e com o irmão Pedro






E depois de tantas tentativas, decobrimos que se jogarmos ele á uns 10 metros de altura ele acaba sorrindo! ;)




E pra finalizar...super feliz com a mãe! 




Mas no fim de tudo, ganhei um sorriso e o passeio foi ótimo, sem pirraças, sem estresse, e com muita alegria!
Viu, até que no começo não parece, mas depois tudo dá certo!

Boa semana á todos!
Até a próxima!






3 comentários:

  1. Que Deus possa continuar abençoando essa família cada vez mais e protegendo-os debaixo de suas mãos...

    ResponderExcluir
  2. É tão gostoso ver pais tão dedicados como é o caso de vocês,afinal acordamos todos os dias pensando em dar o nosso melhor para esses seres tão belos e frageis,mas que é nossa razão de lutar todos os dias.SENHOR MANDE UMA CHUVA DE BENÇÃOS PARA ESSES IRMÃOS.
    ASS:HUGO LIMA DO BLOG
    http://www.vozmorro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Essas são histórias da vida da família Ribeiro, qualquer semelhança com a ficção é mera coincidência !